POLIFONIA

foto: Conversa com os artistas Laura Lima e Ernesto Neto / 2014


A diversidade e a potencialidade das práticas artísticas contemporâneas continuamente nos instigam a questionar e reavaliar os múltiplos aspectos e estruturas que participam da constituição do sistema de arte. A reavaliação do papel exercido pelas instituições de ensino e pelo Museu talvez seja, neste terreno de questionamentos, aquele que apresente as consequências mais transformadoras e com maiores possibilidades de expansão. Embora com objetivos específicos diferenciados, cada vez mais estas instituições tornam-se mutuamente permeáveis às práticas e novos princípios que emergem de seus espaços e processos. Em ambos os casos, é o interesse pela descoberta de novos campos e formas de atuação que passa a configurar contornos originais para as tarefas de ensinar, preservar, identificar e valorizar uma produção que realmente expresse o tempo presente.

Neste sentido Programa de Pós-graduação em Estudos Contemporâneos das Artes e o Bacharelado em Artes da Universidade Federal Fluminense em parceria com a Escola do Olhar do Museu de Arte do Rio – MAR estabeleceram em 2013 o Programa Polifonia, campo de integração entre Museu e Universidade na construção de novos espaços híbridos de formação, discussão e vivência das Artes.

O Programa Polifonia se constitui de uma série de encontros envolvendo artistas, professores, pesquisadores, estudantes e o público em geral que se reunem para refletir sobre questões contemporâneas das artes a partir do debate com artistas que apresentam suas obras e processos artísticos. Polifonia se configura de fato como uma “plataforma de prospecção” situada em território aberto à mobilidade e ao fluxo, com possibilidades de se ancorar provisoriamente a determinados interesses e questionamentos, sem perder sua capacidade de almejar o deslocamento, em busca contínua do pensamento que impulsiona e justifica a criação artística.

Sendo assim propõe novos agenciamentos e abordagens que instaurem olhares estimulantes e renovados sobre o campo da arte, diluindo as margens que separam a escola e o museu, integrando-os numa prática que contribua para uma formação enriquecida dos sujeitos na sociedade, e mais especificamente, dos futuros artistas. Na busca de transformar o não saber na instigadora potencialidade da descoberta, o Programa Polifonia promove o diálogo criativo, congregando variados discursos que acolhem as diferenças, borrando as fronteiras entre disciplinas e especialidades técnicas e enfatizando a porosidade e a fluidez para instaurar novos patamares de entendimento e conhecimento.

Tania Rivera
Programa de Pós-Graduação em Estudos Contemporâneos das Artes – UFF

Hélio Carvalho
Curso de Graduação em Artes – UFF


2016

    Uso Impróprio


2015

    Arte Sonora – Pausa na Emissão

vídeos

Giuliano Obici      Jards Macalé e Paulo Nenflídio      Siri​ e​ Cabelo Saad      Cadu Tenório e Michel Groisman

 

    Arte Sonora


2014

   O Corpo Transgressor

    Arte Contemporânea e a Colagem expandida

    Curso Marc Dachy – Retorno a Dadá


2013

    Saque e Incorporação

 

 


inbituim | polifonia | parada obrigatória | lcicc


curso | estrutura | extensão | bolsas | documentos